Death Note – Produtor fala sobre a controvérsia de WhiteWashing!

2

 

Roy Lee, da Vertigo Entertainment, um dos produtores do próximo filme de Death Note da Netflix, respondeu às críticas que o filme recebeu por algo conhecido como “WhiteWashing”, colocar atores ocidentais para interpretar atores orientais.

Lee não acredita que o filme seja esse tipo de caso. “Eu posso entender a crítica … se a nossa versão de Death Note foi estabelecida no Japão e tivessem personagens que tivessem nome japonês ou de ascendência japonesa”, disse ele. A história do filme acontece em Seattle, em vez de Tóquio, e o protagonista, interpretado pelo ator branco Nat Wolff, é nomeado Light Turner em vez de Light Yagami. De acordo com Lee, mudanças de história como essas eram necessárias para “torná-lo mais atraente para os EUA ou para o mercado de língua inglesa”.

“Dzer que é ‘whitewashing’ também é um pouco ofensivo … um dos nossos três atores é afro-americano”, acrescentou Lee, referindo Keith Stanfield no papel de L. O filme também estrelas como  Margaret Qualley como Mia Sutton, Paul Nakauchi como Watari, Shea Whigham como James Turner, e Willem Dafoe como a voz de Ryuk.

Em geral, Lee disse que ficou surpreso com a reação, já que ele já trabalhou em muitas adaptações no passado, mas nunca viu imprensa negativa dessa forma.

Masi Oka, outro dos produtores do filme, já defendeu o elenco em uma entrevista com o Entertainment Weekly em novembro, embora ele disse que a equipe estava consciente do problema. “Nossos diretores de elenco fizeram uma pesquisa extensiva para conseguir atores asiáticos”, disse ele, “Mas não conseguimos encontrar a pessoa certa, os atores que nós fizemos não falam o inglês perfeito … e os personagens foram reescritos”.

O filme que adapta o mangá de suspense sobrenatural de Takeshi Obata fará sua estréia via streaming na Netflix em 25 de agosto. Adam Wingard (The Guest, You’re Next) é o diretor e Jeremy Slater (Fantastic Four) escreveu um esboço recente do script .

Via ANN


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!